Você sabe para que serve o e-mail em Blacklist? A Somenek Comunicação te explica!


 

O envio de e-mails como tática de marketing vem se tornando, cada vez mais, uma ação comum. Empresas dos mais variados segmentos estão explorando esse instrumento a fim de se aproximar do público-alvo e divulgar promoções, produtos e serviços.

No entanto, essa é uma prática que exige determinados cuidados, pois, quando realizada inapropriadamente, pode causar o efeito contrário: fazer com que o seu domínio seja colocado na “Blacklist”.

De acordo com um levantamento realizado pela Royal Pingdom – uma empresa que monitora o tráfego na web –, com dados de 2010, quase 90% dos 107 trilhões de e-mails enviados em 2010 eram spam. Este número corresponde a uma média de 262 bilhões de mensagens indesejadas por dia.

Por isso, é muito comum ouvirmos falar sobre o famoso controle de spam ou blacklist, que nada mais é do que bloquear automaticamente os e-mails recebidos de “maus” remetentes.

Quem declara se são maus ou bons remetentes são as organizações reguladoras, que contam com um sistema de monitoramento para analisar o comportamento de quem envia as mensagens e a quantidade de reclamações que possui.

 

Principais causas para ser listado em uma Blacklist

 

- Envio de grande quantidade de mensagens denunciadas ou identificadas como SPAM.

- Envio de mensagens de cunho malicioso.

- Sites com mailware (software maliciosos).

- Sites que, quando acessados, disparam vírus automaticamente.

 

Blacklist versus e-mail marketing

 

Uma campanha de e-mail marketing com um mal planejamento pode gerar problemas para clientes que não desejam receber o conteúdo, seja atingindo o limite da caixa do usuário, consumindo recursos de rede do servidor ou incomodando a pessoa com mensagens não solicitadas.

Ao presenciar essa situação, o responsável pelo servidor de e-mail bloqueia os IPs e domínios das mensagens.

A “blacklist” tem uma relação direta com o êxito de uma campanha publicitária, uma vez que a má reputação dos e-mails diminui o alcance e a visibilidade do conteúdo.

Por isso, é fundamental planejar estrategicamente a campanha de e-mail para que o seu domínio não seja bloqueado.

Como você já percebeu, a Blacklist pode ser um problema para as campanhas de e-mail marketing. No entanto, com o auxílio de uma agência reconhecida, é possível desenvolver uma estratégia efetiva sem se preocupar com a Blacklist.

Para isso, você pode contar com a Somenek Comunicação. Contamos com servidores e uma equipe especializada em constante verificação para nunca deixar sua campanha fazer parte da blacklist.

 

 


Voltar ao Topo